Cultura Educação Novidades

Sesc fará transmissões online de atividades literárias para comemorar Dia do Livro

Instituição usa a tecnologia para facilitar o acesso à cultura durante a pandemia do Covid-19

Na semana em que se comemora o Dia do Livro (29/10), o Sesc oferece apresentações on-line gratuitas de escritores, poetas, contadores de histórias e outros artistas da palavra, que normalmente se apresentariam de forma presencial em 24 estados do país. O objetivo é facilitar o acesso à cultura e incentivar o hábito da leitura em função das restrições por causa da pandemia do Covid-19. As apresentações fazem parte da 4ª edição da Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras. O público pode conferir as atrações virtuais nas plataformas digitais do Sesc, como no canal do YouTube e no Facebook do Arte da Palavra (http://www.facebook.com/artedapalavrasesc).

O Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras realiza três circuitos criativos on-line: autores, criação literária e oralidades. O primeiro reúne duplas de escritores de diferentes regiões para troca de experiências e ideias com o público sobre temas comuns às suas obras. O circuito de oralidades tem como foco expressões verbais da palavra, como narração de histórias, saraus, performances, slams e repentes. Já a criação literária oferece oficinas com variados temas, como incentivo à prática do exercício das manifestações artísticas. A programação segue no ar até dezembro.

Apostando na diversidade nacional, o circuito traz nomes relevantes como o escritor mineiro Ailton Krenak, líder indígena da etnia crenaque e ambientalista reconhecido internacionalmente. Outro nome de destaque da programação é o quadrinista Fábio Quill, do Mato Grosso do Sul e um dos indicados para o prêmio HQ Mix, o “Oscar” dos quadrinhos brasileiros. Com seu livro “Amálgama”, Quill concorre na categoria ‘Novos Talentos’ como desenhista.

Para o analista de Cultura do Sesc, Henrique Rodrigues, o projeto evidencia a produção literária nacional com uma programação diversificada e representa uma oportunidade de valorização dos profissionais da área em um momento de forte impacto nas atividades culturais. “Não será possível percorrer as cidades, mas procuramos contemplar todas as diversidades possíveis, seja de gênero, geográfica, étnica, etária e estética. Desse modo, o projeto acaba se tornando um retrato da pluralidade literária do Brasil”, diz Rodrigues.

Novos hábitos de leitura

Com o desenvolvimento das novas tecnologias da comunicação e da cultura, os hábitos estão mudando e os novos formatos on-line podem contribuir para a formação de novos leitores. A 5ª edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil indica que a quantidade de leitores no país caiu de 56% em 2015 para 52% em 2019. No que se refere à ocupação do tempo livre dos entrevistados, a utilização da internet subiu de 47% para 66% e a comunicação via Facebook, Twitter ou Instagram aumentou de 35% para 44%. O estudo é feito pelo Instituto Pró-Livro (IPL) a cada quatro anos, e busca contribuir para o estabelecimento de políticas públicas que estimulem o hábito da leitura. A edição atual contou com 8.076 entrevistas em 208 municípios, sendo 5.874 nas capitais de 26 estados e do Distrito Federal.

Outras iniciativas do Sesc de incentivo à cultura: bibliotecas drive thru e Prêmio Sesc de Literatura

Desde 2003, o Sesc promove, em parceria com a Editora Record, o Prêmio Sesc de Literatura, um dos mais renomados do país. O concurso busca revelar novos escritores e, assim, renovar o cenário literário brasileiro e incentivar a cultura. Em 2020, o Prêmio Sesc de Literatura recebeu 1358 inscrições, sendo 692 romances e 666 livros de contos. Este ano os vencedores foram o romance ‘Encontro você no oitavo round’, de Caê Guimarães – ele retrata um pugilista, que se debate entre um incômodo zumbido e a memória de outra ocupação antes de se dedicar ao boxe, e ‘Terra nos cabelos’, de Tônio Caetano, uma coletânea de contos que revela de forma poética e delicada os diferentes percursos da mulher na nossa sociedade.

Em meio à pandemia do Covid-19, as bibliotecas do Sesc precisaram se reinventar. De janeiro a agosto, mais de 600 mil obras foram compartilhadas em diferentes estados do país. Para manter o atendimento aos leitores, muitas emprestam os livros agora em esquema drive thru ou por meio de agendamento. O novo formato apresentou boa aceitação e está em funcionamento no Ceará, Tocantins, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. No Paraná, os clientes podem consultar o acervo online das bibliotecas, solicitar o empréstimo via telefone ou e-mail e retirá-lo nas unidades em horário previamente agendado.

O Sesc conta com 327 bibliotecas fixas e outras 55 em esquema móvel. Todas as bibliotecas e salas de leitura das unidades receberam orientações técnicas que estão de acordo com os protocolos de segurança para atendimento do cliente, como utilização de EPI’s, o correto manuseio do acervo, quarentena e limpeza dos livros.

Programação do Arte da Palavra na semana do Dia do Livro

26/10

Criação Literária – Wilson Alves (ES); Márcia Evelim (PI); Cláudia Lage (DN); Keydson Costa (PA); Luíza de Souza (RN); Rosângela de Souza (RO)

Autores – Miriam Alves (SP) e Taylane Cruz (SE)

27/10

Autores – Helder Hérik (PE); Thaís Guimarães (MG); Itamar Vieira (BA); Ailton Krenak (BH); Patrícia Galelli (SC) e Fábio Quill (MS)

Oralidades – Gelson Bini (SC)

28/10

Autores – Itamar Vieira (BA) e Ailton Krenak (BH)

Oralidades – Gelson Bini (SC)

29/10

Autores – José Rezende Jr. (DF) e Bruno Azevedo (MA); Sara Albuquerque (AL) e Thiago Ramos (TO)

Oralidade – Gelson Bini (SC)

30/10

Autores – Cristiano Baldi (RS) e Carlos Eduardo Pereira (RJ)

Oralidades – Jairo Klein (RS).