Bem Estar Bon Vivant Cultura Saúde

São Paulo Companhia de Dança revela programação online de 20 de abril a 1º de maio

Le Spectre de la Rose (2014), de Mario Galizzi, será apresentada na íntegra com opção de audiodescrição

São Paulo Companhia de Dança (SPCD), corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, anuncia as atividades online de sua campanha #SPCDdigital para a quinzena de 20 de abril a 1º de maio. A iniciativa, que se soma à ação #CulturaEmCasa, criada pelo Governo do Estado de São Paulo para contribuir no enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19), visa oferecer diferentes conteúdos ligados à difusão da dança no meio virtual, estimulando a permanência das pessoas em seus lares.

A partir do dia 24/04, o público vai poder conferir na íntegra a transmissão de Le Spectre de la Rose, um clássico moderno criado em 1911 por Michel Fokine (1880-1942) e que, em 2014, ganhou uma versão especial para a SPCD assinada por Mario Galizzi. Conduzida pela música de Carl Maria von Weber (1786-1826), executada em cena pelo pianista Cristian Budu, a obra revela a relação entre uma jovem e o espírito de uma rosa recebida por ela por um pretendente em seu primeiro baile.

A estreia é acompanhada por uma novidade: pela primeira vez a campanha #SPCDdigital disponibiliza uma criação na íntegra com opção de audiodescrição, em um projeto de acessibilidade realizado pela Mais Diferenças. Dessa forma, a SPCD oferece às pessoas com deficiência visual um contato mais aprofundado com a experiência da dança também no ambiente virtual. O espetáculo ficará disponível gratuitamente, para visualização sob demanda, por 15 dias. Ao fim do período, uma nova criação entrará em cartaz, sempre às sextas-feiras.

O selo #SPCDdigital abrange ainda o fortalecimento do streaming dos documentários Figuras da Dança, que apresentam a história da dança no País a partir de depoimentos em primeira pessoa de grandes personalidades da área. Neste período, serão destacados documentários com Márcia Haydeé e Eva Schul, que surgem ainda nas redes sociais da Companhia com mensagens em vídeo de estímulo à campanha #fiqueemcasa.

Dia Internacional da Dança

Para comemorar o Dia Internacional da Dança, festejado no dia 29 de abril, a diretora artística Inês Bogéa comanda uma live no perfil da SPCD no Instagram. Na ocasião, ela comenta Polígono, primeira coreografia criada para a Companhia, em 2008. Assinada pelo coreógrafo italiano Alessio Silvestrin, a obra exemplifica nos movimentos a estrutura da música, uma releitura do Het Collectief para a Oferenda Musical, de Johann Sebastian Bach. Durante a live, Inês apresenta os meandros dessa produção, além de responder a perguntas do público virtual.

As crianças estão contempladas com a estreia do segundo episódio do podcast Contos do Balé, inspirado no livro homônimo escrito por Inês Bogéa e publicado pela Editora Sesi-SP. Dessa vez, Inês e Rodolfo Dias Paes (DiPa) narram a história de O Corsário, que inspira um grand pas de deux presente no repertório da Companhia. O roteiro é baseado em um trecho do livro Outros Contos do Balé, também de autoria de Inês e publicado pela Editora Sesi-SP. Com novos episódios publicados sempre na primeira sexta-feira de cada mês, o podcast apresenta contações de grandes histórias de clássicos do balé de repertório. Os conteúdos ficam disponíveis no canal da SPCD no YouTube e nos principais tocadores de áudio online.

A campanha acontece em todas as redes sociais da SPCD: Facebook (@spciadedanca), Instagram (@saopaulociadedanca), Twitter (@spciadedanca) e YouTube (Memoria_SPCD).