Cultura Novidades

Pingback pretende chegar a 300 mil leitores até o final de 2021

Com o intuito de possibilitar que qualquer pessoa possa publicar seu próprio artigo na internet foi que nasceu a Pingback, plataforma de criadores de conteúdos independentes. A startup foi criada para que escritores, sejam eles profissionais ou não, publiquem seus textos sem qualquer intervenção editorial, permitindo que conquistem sua própria audiência.

Apenas no primeiro semestre de 2021, a startup já atingiu o número de 5 mil escritores na plataforma, mais de 150 mil leitores únicos inscritos, mais de 250 mil audiências mensais e mais de sete mil publicações. Além de atrair pessoas para publicações independentes, a Pingback tem como objetivo ajudar os criadores na conquista de uma renda extra, já que eles são monetizados pelos textos divulgados.

Nomes como Guga Noblat, Rodrigo Constantino, Mauro Cézar, Cássio Cortes, Rica Perrone, Carlito Neto do O Historiador, Carter (criador do Esse Dia Foi Louco), Eduardo Barão, entre outros estão publicando seus textos com a Pingback.

“Notamos que há uma crescente no número de pessoas interessantes em colocar no papel seus pensamentos e ideias, sem serem cerceadas por regras editoriais. Por isso estamos otimistas com nosso crescimento e desenvolvimento ao longo do primeiro semestre”, comenta Matt Montenegro, CEO da Pingback.

A plataforma pretende expandir sua atuação e atingir mais de 300 mil leitores únicos até o final de 2021, gerando cerca de 50% de aumento no engajamento dos textos publicados.

Sobre a Pingback

Fundada em janeiro de 2020 pelos brasileiros Matt Montenegro e Gabriel Moterani, a Pingback é uma plataforma de criadores de conteúdos independentes que reúne em um só lugar publicações de diversos gêneros.  A startup ainda possibilita que seus criadores de conteúdos sejam monetizados pelas publicações e criem sua própria audiência.

Sobre Matt Montenegro

Empreendedor há 11 anos e com sua último exit realizado para própria Hotmart em 2019, Matt contribuiu profundamente com o desenvolvimento do ecossistema de empreendedorismo mineiro, enquanto assessor da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado de Minas Gerais, e também trabalhando como consultor e mentor de dezenas de startups.