Mundo Pet

Mercado pet invade mundo dos seguros em saúde e um novo nicho se destaca

O mercado de produtos e serviços para os pets, que vem em uma grande crescente nesta última década, ganhou ainda mais força nos últimos dois anos da pandemia de covid-19, especialmente por conta do isolamento social. Os tutores estão, mais do que nunca, mais apegados aos seus bichinhos de estimação e não poupam esforços em investir em mais cuidados para eles, para garantir saúde e qualidade de vida, como um membro da família.

A demanda gera a busca por novidades para atrair os clientes, que gera concorrência e, no meio de toda essa movimentação, as inovações surgem a todo momento. E quem ganha com isso são os pets e seus tutores, que passam a ter produtos e serviços cada vez mais direcionados para o segmento.

Uma destas inovações no mundo pet é o mercado de seguros, que já registra uma importante adesão e as estimativas de mais crescimento são ousadas para os próximos anos. De acordo com o relatório Pet Insurance Market Analysis & Projections to 2025, o setor de apólices de seguro de acidentes e doenças para pets deverá ter um aumento de mais de US$ 8 bilhões até 2025.

Para o mercado segurador, os números mostram que o cenário é uma grande oportunidade tanto para Seguradoras como para Corretoras investirem na modalidade de seguros pet.

E a melhor maneira de aproveitar essa tendência é apostar em maneiras de facilitar o acesso ao produto, com preços competitivos e formas simples de contratação.

De olho nesse nicho, nasceu a plataformaFREEDOM- CUIDADOS E BENEFÍCIOS, que vem com uma proposta pioneira de comercialização de seguros e planos veterinários para os pets. Desde março, ela é responsável pela revenda de um produto que, tal qual, é pioneiro no setor: o plano veterinário MyPet.

O empresário João Carlos de Oliveira, que atua há 25 anos no ramo de seguros para humanos, identificou a oportunidade de ampliar o mercado e levar assistência veterinária, com a oferta de planos voltados aos pets dos próprios clientes que ele já atende pela sua outra Corretora a Paraná Vida e Previdência Corretora de Seguros.

Ele criou a plataforma exclusiva FREEDOM para uso de corretores de sua equipe interna, assim como para corretores freelancer’s e também para outra modalidade de corretores muito comum nos dias atuais, o corretor home office. A meta, segundo  Oliveira, é alcançar uma produção de 200 novas vidas ao mês, já nos próximos 180 dias.

“Para as Corretoras e corretores de plano de saúde, é uma oportunidade de diversificar suas ações e produtos, e com isso maximizar o retorno sobre o trabalho constante de prospecção de novos clientes, sem competição com sua atividade principal. A ideia é permitir que o maior número de corretores de planos de saúde tenha a oportunidade de oferecer também o plano My Pet, e com isso maximizar o retorno de suas vendas”, afirma o fundador da FREEDOM.

Demanda recorrente

O diretor geral da curitibana My Pet, Bruno Mello Ferreira, conta que é possível perceber a demanda por esse tipo de produto pela maior parte dos clientes humanos de plano de saúde que têm animais de estimação. Na avaliação de Ferreira, eles sentem falta de um produto que lhes dê assistência em casos de intercorrência de saúde com seus bichinhos.

“Sempre fomos procurados por Corretoras e corretores interessados em revender o plano My Pet. Mas, em 2021, quando ainda tínhamos um caminho de aprendizado e consolidação do modelo de negócio e ajustes no produto a serem feitos, não era o momento”, reconhece ele.

O negócio, no entanto, evoluiu de forma acelerada, além das expectativas, e superou a curva de aprendizado. Como resultado, a My Pet celebra as mais de 1000 vidas vendidas ao longo do primeiro ano de existência da empresa.

“Isso confirma que nosso plano tem muita aderência com as necessidades dos tutores e seus pets. Dessa forma, entendemos que chegou o momento de abrirmos o canal de vendas e firmar novas parcerias comerciais para nosso Clube de Benefícios, que irão alavancar os nossos resultados e também os resultados de nossos parceiros”, afirma ele.

Junto a estes e outros canais que vêm sendo estruturados pela empresa, para alavancar a visibilidade e, acima de tudo, a meta estimada para a companhia em 2022, a My Pet espera superar a proposta de crescer mais de 300% em Curitiba, repetindo o excelente resultado que alcançou em 2021, primeiro ano de atuação no mercado.

“Até hoje vendemos somente de forma passiva, através de nossas redes sociais e atendendo pessoas que entraram em contato com a nossa Empresa. Agora que temos a certeza do potencial do produto e do negócio, vamos diversificar os canais de divulgação e sermos ainda mais agressivos na busca pela nossa missão, que é de oferecer o melhor em atendimento de saúde e bem-estar aos nossos amigos de quatro patas e seus tutores”, comemora Bruno.

Saúde em ascensão

Em 2021, o brasileiro manteve os cuidados com a alimentação e a saúde de seus pet’s , ao registrar um crescimento de 27% no segmento, em relação ao ano de 2020. Apesar da crise econômica, por conta da pandemia de covid-19, o setor de produtos e serviços para os animais de estimação faturou 51,7 bilhões, segundo dados do Instituto Pet Brasil (PB).

As categorias que concentram cuidados com a saúde e o bem-estar dos animais se destacam nessa conta. Os produtos veterinários geraram um volume total de R$ 5,3 bilhões, serviços veterinários ficou em R$ 4,7 bilhões e o de pet care – produtos de higiene e bem-estar animal foi de R$ 2,8 bilhões.

Alimentação, que sempre aparece no topo dos maiores interesses, foi, sozinha, responsável por 55% do faturamento, seguido da venda de animais de estimação de criadores.