Bem Estar Saúde

INCA e OPAS promovem eventos para celebrar Dia Mundial sem Tabaco

Atividades têm como tema principal a campanha “Comprometa-se a parar de fumar”

            O Instituto Nacional de Câncer (INCA) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) promovem webinar, no dia 31 de maio (segunda-feira), às 14h, para celebrar o Dia Mundial sem Tabaco. O tema, definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), é “Comprometa-se a parar de fumar”. O evento trará apresentações e debates sobre o risco de iniciação ao tabagismo a partir do uso de cigarros eletrônicos, além da abordagem mínima ao fumante. Nesse tipo de estratégia, o profissional da saúde sensibiliza o fumante a entender a razão pela qual ele fuma, destaca os benefícios em parar de fumar e o estimula a procurar tratamento.

            O principal foco da campanha é reduzir o número de fumantes e, consequentemente, a incidência de doenças relacionadas ao tabaco e o câncer no pulmão, já que o tabagismo é um dos principais fatores para desenvolver a doença. “Fumantes com pneumonia causada pelo coronavírus têm 14 vezes mais chances de progressão da doença para formas mais graves e até morte, em relação ao não fumante”, afirma a diretora-geral do INCA, Ana Cristina Pinho.

            Este ano, a OMS lançou o desafio com duração de um ano listando “101 razões para deixar de fumar”. Trata-se de uma maneira de mobilizar, motivar, sensibilizar e encorajar os tabagistas a pararem de fumar. O tabagismo é o único fator de risco totalmente evitável e responsável por mortes, doenças e alto custo ao sistema de saúde. Segundo Vera Borges, da Divisão de Controle do Tabagismo do INCA, para atender ao tema proposto pela OMS para o Dia Mundial sem Tabaco, diversas ferramentas devem estar à disposição do fumante. “Além do tratamento intensivo, que já é oferecido nas unidades de saúde do SUS, a abordagem breve feita por todo e qualquer profissional de saúde tem grande relevância nessa jornada, dado ao seu grande alcance”, observou.

             Como reforço à campanha da OMS, no Brasil, a OPAS juntamente com o INCA irá disponibilizar à população, a partir desta segunda-feira (31), um conjunto de materiais, como cards para internet, vídeos e cartazes, de esclarecimento e de orientação sobre os malefícios do tabaco. Os materiais trazem como mote ‘Parar de fumar é uma vitória’ e alerta para as diferentes formas que o tabaco se apresenta para crianças, como fumantes passivas, jovens e adultos. A campanha também irá disponibilizar aos profissionais de saúde uma cartilha para auxiliá-los sobre como fazer de forma simples, em seu dia a dia, a abordagem mínima ao fumante.

             A programação do evento do dia 31 contará também com homenagem à secretária- executiva da Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (Conicq), Tânia Cavalcante, contemplada com o prêmio Dia Mundial sem Tabaco 2021 nas Américas, concedido pela OMS. A premiação foi em reconhecimento à sua contribuição para uma política de controle do tabaco eficaz no país, por sua ação de intercâmbio de experiências bem-sucedidas com países da América Latina e africanos de língua portuguesa e também em nível mundial, colaborando com o Programa da Organização Mundial da Saúde.

             Já no dia 2 de junho, o INCA promove a webconferência “Tabagismo, Covid-19 e Reforma Tributária”. Organizado pela Secretaria-Executiva da Conicq, o encontro reunirá especialistas para debater a relação entre tabagismo e Covid-19, além de abordar como a reforma tributária pode contribuir para atenuar os problemas sanitários, sociais e econômicos gerados pelo tabagismo, incluindo seu impacto na pandemia de coronavírus. 

             No Brasil, há 162 mil mortes anuais precoces decorrentes do tabagismo, e o País gasta R$ 125 bilhões ao ano com doenças e incapacitações relacionadas ao uso do tabaco. Porém, as indústrias do tabaco recolhem apenas R$ 12 bilhões ao ano em impostos sobre cigarros, o que deixa um saldo negativo de R$ 113 bilhões.

            O Dia Mundial sem Tabaco foi criado em 1987 pela OMS para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo. No Brasil, o INCA é Centro Colaborador da OMS para controle do tabaco, sendo responsável pela divulgação e comemoração da data.