Cultura

Festival Estação K celebra a cultura Hip Hop em sua primeira edição

Festival Estação K: com sua origem nas periferias de Nova York na década de 70, o Hip Hop acabou se tornando uma das expressões culturais mundialmente famosas, através de uma mistura de expressões artísticas e movimentos sociais que evidenciam o poder de comunicação e produção da população periférica. 

No intuito de promover o encontro, fomentar a cultura e valorizar o movimento, a primeira edição do Festival Estação K traz os elementos que compõem o Hip Hop em sua programação: a dança, conhecida como o Breaking; o grafite; o DJ, que domina a arte de mesclar e criar músicas; e o MC, representante do grito poético. O evento acontece em outubro, de forma completamente virtual e gratuita para todo o Brasil. 

Realizado pela Muda Cultural, o evento terá uma programação voltada à diversidade de linguagens artísticas do Hip Hop brasileiro com: DJs no comando das pickups, roda livre de breaking e apresentações musicais de importantes nomes da cena. O evento é apresentado pela poeta e arte educadora Mana Bella. Entre as atrações musicais, o público confere os shows de Edgar, DJ Erick Jay e Zudizilla, além de uma atração convidada. O repertório é surpresa! 

Com o intuito de trazer o clima das periferias urbanas ao cenário do festival, os artistas reconhecidos mundialmente Enivo e Kuêio irão grafitar três murais, com traços bem conhecidos e típicos de seus trabalhos. 

Outra performance imperdível é a dos Bboys Grilo, Luan San, Lil Vethy e da Bgirl Toquinha, que dão um show de acrobacias e dança de rua ao som do DJ Erick Jay. 

O Estação K conta com o patrocínio da Kanui. A transmissão do evento ocorre pelo Facebook Muda Cultural e Youtube Muda Cultural. 

Festival Estação K Celebra A Cultura Hip Hop Em Sua Primeira Edição -  Felipe Moura Brasil

“O Estação K é um festival voltado à liberdade criativa e artística que nasce nas periferias e segue mostrando a sua força. Através da presença de grandes nomes da cena, o evento tem como premissa ser uma porta aberta à diversidade, mostrando a importância da cidadania e dos movimentos sociais, porque o Hip Hop está na atitude, não só no som.”, diz Ítalo Azevedo, responsável pela Muda Cultural. 

“O festival Estação K chega para celebrar os 10 anos de Kanui da melhor forma, exaltando a comunidade do Hip Hop e abraçando todo o lifestyle urbano do qual a marca faz parte. É um evento totalmente digital que se conecta com o DNA da marca, que é extremamente jovem e autêntica”, afirma Barbara Miano, coordenadora de branding da Kanui. 

Rapper futurista, alienígena, multi artista e criador de máscaras e figurinos a partir do upcycling, Edgar apareceu na cena urbana brasileira em 2018 com Ultrassom (Deck), seu disco de estreia produzido por Pupillo (ex Nação Zumbi). Com performances ao vivo de tirar o fôlego, Edgar rapidamente conquistou crítica e público, além de se destacar com duas marcantes participações em discos de Elza Soares e BaianaSystem. Para o Estação K, Edgar traz algumas canções do álbum Ultrassom e também lançamentos recentes do álbum ¨Ultraleve¨. 

Um dos grafiteiros mais atuantes de São Paulo, Enivo começou seus trabalhos ainda jovem por volta dos 12 anos, pintando as ruas de casa. A partir daí, o que era apenas uma descoberta de menino virou profissão. Hoje o artista entende as ruas da cidade como uma materialização de ideias, expressão e sentimentos, que questionam e marcam, através de imagens. 

Artista visual, ilustrador e grafiteiro, Kuêio começou suas primeiras experiências com grafite em 1999, com forte influência dos primeiros grafiteiros da zona norte. No ano de 2010, enquanto cursava Artes Visuais na universidade, imergiu completamente na cultura Hip-Hop e no Universo da Pixação, praticando freneticamente “a arte proibida” e se envolvendo com pixadores de São Paulo e Minas Gerais para trazer todo o conhecimento adquirido para o meio acadêmico. 

Radicado em São Paulo, o gaúcho Zudzilla é um dos principais nomes da cena do rap nacional. Por meio de suas letras, expressa pensamentos sobre assuntos com os quais se depara nas ruas, como por exemplo, o preconceito. Designer, grafiteiro, artista plástico e MC, a arte pulsa na vida do cantor. Zudizilla trouxe o espetáculo inédito intitulado ¨De onde eu posso alcançar o Jazz sem precisar deixar o Rap¨, que diz muito sobre seu trabalho. 

DJ profissional desde 2000, o paulistano Erick Jay é o primeiro sul-americano a vencer as três maiores competições de DJs do mundo: DMC World 2016 (Londres), IDA World 2016 (Polônia) e, mais recentemente, o DMC Online 2019. Além dos títulos, Erick acompanha o trabalho de MCs importantes para cena como Kamau e pilotou as pick-ups do programa Manos e Minas na TV Cultura. A abertura do programa conta com uma performance eletrizante do DJ que mostra o porquê de ser um dos mais premiados do Brasil. 

O corpo de dança do projeto trouxe as mais variadas faces e origens. Grilo Rodolfo é natural de Barreiros – PE e veio para São Paulo acompanhado da família. Dança desde de 2007 quando formou a 011 Crew e de lá para cá foi jurado e dançarino de festivais importantes de Breaking no Brasil e no mundo. Também da 011 Crew, Lil Vethy é natural de Fortaleza e iniciou seus passos na dança em 2013. A representante feminina BGirl Toquinha é a mais nova da trupe apesar de já colecionar títulos de competições da Red Bull e ter patrocínio da marca Filhos da Rua. O BBoy Luan San é o mais experiente com 10 anos de dança profissional e integrante da importante crew Funk Fockers, grupo de breaking que já se apresentou em mais de 30 países. 

Todo esse corpo artístico não teria se juntado para o Estação K sem o trabalho criterioso de curadoria do coletivo O Fino da Zica. Desde 2012 documentando a cena Hip Hop, o coletivo já entrevistou, em formato podcast e canal no YouTube, mais de 50 figuras importantes do movimento. Também já promoveu 5 festivais multi artísticos da cultura e 10 encontros colaborativos para apoiar financeiramente trabalhos de artistas da cena resultando em videoclipes e fonogramas. 

Confira também: A Arte De Pertencer Promove Atividades Gratuitas Para Pessoas Com Deficiência De Todo Brasil