carrinhos abandonados no ecommerce
Mundo Empresarial Novidades

Ferramenta inovadora é responsável por recuperar 20% dos boletos abandonados no E-commerce

Criado pela startup ENVIOU, Recuperador de Boletos auxilia lojas online a converter vendas que estavam perdidas

Comandar um e-commerce exige estratégia, esforço e mão na massa. Há tempos caiu por terra a ideia de que basta criar um site, colocar lá os produtos que se quer vender e esperar os clientes aparecerem. É preciso planejamento e estratégia antes do início das atividades, durante e também no pós-vendas.

Falando especificamente sobre o processo de vendas, é importante que os lojistas acompanhem de perto todos os processos. De acordo com um levantamento feito pela equipe do ENVIOU, conjunto de ferramentas para ajudar as lojas online a vender mais, conjugando soluções para relacionamento com o cliente e recuperação de vendas, cerca de 50% dos consumidores optam por efetuar os pagamentos das compras realizada pela internet utilizando a modalidade boleto bancário. 60% dos clientes que escolhem essa opção, no entanto, acabam se esquecendo de efetuar o pagamento, consequentemente, a venda não é concretizada.

Mais assustador ainda é outro dado verificado pela equipe do Enviou junto às plataformas de e-commerce parceiras. Foi constatado que são mais de R$ 100 milhões em boletos não pagos em apenas um mês, o que leva as lojas a perderem mais de R$ 1 bilhão em vendas em um período de um ano.

Justamente por enxergar esse problema e para auxiliar os e-commerces a tentar reverter o quadro, o Enviou desenvolveu uma ferramenta que tem por objetivo auxiliar os lojistas online a diminuir o índice de não pagamento de boletos. A ideia da startup resultou na criação do “Recuperador de Boletos”, que funciona de forma automatizada, de acordo com os modelos ajustados pelo próprio lojista. Na plataforma, lançada em novembro de 2017, é possível escolher de que maneiras o cliente será “lembrado” do boleto em aberto – por SMS e/ou e-mail -, a partir de quanto tempo, depois de confirmada a compra, o primeiro lembrete será enviado, quantas vezes ele será acionado, além de propor a possibilidade de troca do meio de pagamento, por exemplo, substituindo aquele boleto por cartão de crédito.

Também há nas comunicações um link que leva o cliente diretamente ao seu boleto em aberto a fim de que ele tenha facilidade para efetuar o pagamento. Além disso, Felipe Rodrigues, sócio-fundador do Enviou, aponta que a ferramenta ainda mostra aos lojistas quantas compras foram realizadas com escolha do pagamento via boletos e quantos deles foram, efetivamente, pagos.

“A operação é semelhante a que já temos em atividade pelo Recuperador de Carrinhos Abandonados. Tudo muito simples e de fácil manuseio para que o lojista possa utilizar a ferramenta com poucos cliques”, explica Rodrigues. Com mais de 100 lojas utilizando o Recuperador de Boletos no período de quase 3 meses – a ferramenta foi lançada no último mês de novembro – o Enviou comemora o índice de reversão nas vendas que teoricamente já estavam perdidas. “Estamos conseguindo recuperar, com a ferramenta, cerca de 20% dos boletos que não seriam pagos”, conta o executivo.

O ticket médio dos boletos não pagos, que foram resgatados pelo Recuperador de Boletos do Enviou até o momento, variam entre R$ 70,00 e R$ 200,00. A maior parte das lojas que utilizam a ferramenta atualmente vem do setor de vestuário. Porém, a tecnologia está disponível e opera adequadamente para todos os segmentos do varejo online.

 “Acreditamos que a ferramenta será um sucesso, assim como o Recuperador de Carrinhos Abandonados, com o qual, em menos de três anos de operação, já recuperamos mais de R$ 50 milhões para as lojas que atendemos. Essas vendas provavelmente seriam perdidas, mas conseguimos reverter o cenário. Queremos ajudá-los também com os boletos e diminuir, cada vez mais, as chances de desistência da compra por parte do consumidor sem que a intervenção seja encarada como um problema, mas como um lembrete simpático para estreitar ainda mais o relacionamento entre as partes”, finaliza o executivo.

Case de Sucesso

Um dos e-commerces que vem utilizando e obtendo resultados interessantes com o Recuperador de Boletos é a H20 Purificadores, que se dedica à venda de purificadores de água, filtros e refis, além de acessórios relacionados a esse nicho de produtos. Com aproximadamente três meses de uso da ferramenta de recuperação de boletos não pagos, a H2O Purificadores vem registrando taxas de sucesso de aproximadamente 10%.

A empresa também faz uso do Recuperador de Carrinhos do Enviou. De acordo com Edielson Gones da Silva, que comanda a H2O Purificadores, mensalmente, cerca de 59% dos produtos que iam para carrinhos de compras em sua loja acabavam abandonados. Ele diz não ver mais sua operação funcionando sem um serviço como o do Enviou“Fazemos um esforço muito grande para levar o consumidor à nossa loja, por isso, é importante investir para que ele realmente compre”, avalia. Após a contratação do Enviou, a H20 Purificadores passou a reverter cerca de 10% a 20% dos carrinhos abandonados, um retorno interessantíssimo para o negócio.

Mais sobre o Enviou – www.enviou.com.br:

O Enviou nasceu no início do ano de 2016 por uma necessidade identificada por Felipe Rodrigues na loja virtual comandada por sua esposa, que era também algo que outros lojistas online precisavam – atrair e fidelizar clientes, bem como recuperar carrinhos abandonados na loja virtual. A startup já está integrada com mais de 20 plataformas de e-commerce disponíveis no mercado e entrega ao lojista 27 relatórios que vão auxiliar na tomada de decisões. Estão disponíveis 7 planos de e-mail marketing, 6 planos de recuperação de carrinhos e outros 6 de recuperação de boletos para que o lojista possa escolher aquele que mais se adéqua ao momento da empresa. Atualmente, a empresa cresce significativamente. Soma mais de 29 mil lojas cadastradas, 2,3 mil clientes ativos atualmente e números acima de R$ 80 milhões em carrinhos recuperados para as lojas online atendidas. Além disso, recebeu em 2017 o prêmio de “Melhor Ferramenta Digital 2017”, concedido pela ABCOMM – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico no Prêmio ABCOMM de Inovação Digital 2017.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.