Esporte

“Eu queria ganhar bola e me davam boneca”

A atacante Cristiane, jogadora da Seleção Brasileira, fala sobre meninas no futebol em episódio inédito da série “Entrevista – Infâncias”, que vai ao ar dia 12 no Canal Futura

“Desde pequenininha eu tive uma dificuldade grande, eu sempre queria ganhar a bola de presente e me davam boneca. Eu não gostava, queria ganhar uma bola de futebol, que era o que me deixava feliz.” Essa é uma das lembranças que a atacante Cristiane Rozeira, jogadora da Seleção Brasileira de futebol, conta em episódio inédito da série “Entrevista – Infâncias”, que vai ao ar na próxima terça-feira (dia 12), às 20h45, no Canal Futura.

No programa, Cristiane fala sobre o amor pelo futebol desde a infância, carreira e os desafios que meninas e mulheres ainda enfrentam nesse esporte. “Eu nunca tinha visto, na época, o futebol como uma profissão. Eu gostava de jogar, era uma diversão e era uma dificuldade muito grande, porque não havia os espaços para a mulher poder praticar o futebol.”

Para ela, o cenário hoje é de maior visibilidade e espaço para as mulheres. “Estou jogando bola há quase 20 anos na seleção e eu nunca tive tanta visibilidade quanto se tem hoje, porque as mídias sociais facilitam, fazem com que isso chegue até as crianças, até as meninas, e dá uma esperança maior para elas”, avalia.

A temporada de “Entrevista – Infâncias” se dedica a debater os desafios, direitos e anseios das crianças. Pela primeira vez, além de ouvir especialistas, a série dá voz também aos pequenos em todos os episódios. A apresentação é da escritora e pedagoga Caroline Arcari, pesquisadora na área de violência sexual contra crianças e adolescentes.