Mundo Pet Últimas

CQCS: startup curitibana Meu Pet Club apresenta pitch sobre assistência animal

Nos dias 23 e 24 de novembro, ocorreu a terceira edição do CQCS Insurtech & Innovation, o maior evento Latino-Americano de Inovação em Seguros no Pro Magno Centro de Eventos, em São Paulo (SP). Referências globais em inovação em seguros e proteção compartilharam suas experiências com o público formado por agências reguladoras, seguradoras, insurtechs, investidores, prestadores de serviços tecnológicos e empreendedores do seguro.

Um dos destaques foi o DemoStage, um espaço para iniciativas que estão em estágio inicial possam ser exibidas a seus públicos de interesse, sem custos. Com uma apresentação de 15 minutos, o Meu Pet Club, de Curitiba, foi um dos cases demonstrados. O CEO da startup, Otto Marques, falou sobre o “Novo conceito em assistência PET”.

“Ficamos muito felizes em sermos uma das empresas escolhidas para o pitch. Foi uma ótima oportunidade de apresentar nosso modelo inovador de negócio para possíveis investidores, clientes e parceiros. Sabemos que o mercado animal está cada vez mais competitivo, com grandes players disputando por espaço em seus determinados nichos. E nosso foco é a saúde animal como benefício para as famílias que consideram seus animais de estimação como parte da família”, afirma Otto.

Como demonstração do potencial desse mercado, pesquisas mostram que 46,1% dos lares contam com pelo menos um cachorro e 19,3% das casas contam com pelo menos um gato, de acordo com os dados de 2019 da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com essa nova realidade, cria-se a chamada “família interespécie”, um novo grupo familiar composto por pessoas que reconhecem e legitimam seus animais de estimação como membro da família. Dentre os donos de animais, 78% das gerações X e Y (entre 30 e 45 anos) consideram o pet como filhos.

Para suprir a necessidade do cuidado com os animais, o Meu Pet Club é uma solução de saúde para os pets, para que as pessoas não sejam surpreendidas financeiramente caso ocorra uma emergência.

O grande diferencial da proposta do Meu Pet Club, empresa que já é sucesso há mais de um ano, é a dinâmica do serviço com base na liberdade de escolha e com reembolso de serviços utilizados. “Proporcionamos liberdade para nossos clientes e seus pets que podem ser atendidos em qualquer lugar do Brasil, tudo isso graças à dinâmica de nosso serviço que é realizado através de reembolso, sem necessidade da clínica ser credenciada”, explica.

Tecnologia aliada à saúde pet

Para trazer inovação no mercado de planos para saúde pet, a startup aposta na tecnologia para atender os tutores de pets. Também é possível comprar e administrar os planos de forma online, através do site e, futuramente por aplicativo, de maneira facilitada. “Nossos clientes poderão realizar a solicitação de reembolso, o acompanhamento do plano contratado, do vencimento das vacinas, vermífugos e muito mais, tudo na palma da mão”, complementa Otto Marques.

Cumprindo a premissa do propósito da startup, “mudar a vida dos pets e ajudar na vida de quem cuida”, a grande preocupação é com que os valores sejam acessíveis a todos. Os planos começam com mensalidades de R$ 24,90 (Emergencial), com coberturas que abrangem o dia a dia do animal (como consultas com veterinários), e seguem até R$ 319,90 (Top), que cobrem até hotel pet e banho ou tosa.

Para aderir aos planos, o pet deve ter menos de 8 anos e estar com a carteirinha de vacinação atualizada. Os planos têm duração de 12 meses, com carência mínima de 48 horas. Os limites de uso variam de acordo com o plano escolhido. “A principal ideia sempre foi criar um serviço de excelência, com base na liberdade de escolha do cliente. Nosso objetivo é criar uma solução que cuidasse da saúde dos pets da melhor maneira possível, deixando os pais e mães de pet seguros, sem surpresas desagradáveis em caso de emergência”, explica Adilla Teixeira, gerente de produto da Meu Pet Club.