Bem Estar Saúde

Brother doa 10 máquinas de costura para o Hospital Filantrópico Santa Marcelina em São Paulo

Produtos ajudarão na produção de máscaras e aventais para o uso durante a pandemia de COVID-19

Como parte dos esforços para ajudar na luta contra a pandemia do novo Coronavírus, a Brother, multinacional japonesa que acompanha os avanços do mercado máquinas de costura e bordado, mercado de impressão, digitalização e organização, doou mais 10 máquinas de costura para o Hospital Filantrópico Santa Marcelina, que fica em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo. A rede conta com uma média de 18 mil funcionários na linha de frente atuando no combate ao Coronavírus. A ação se junta a doação anterior de 15 máquinas de costura realizada para o Hospital Divina Providência, em Porto Alegre.

A Brother se mobilizou para ajudar o hospital na produção diária de 1.800 máscaras e jalecos, que serão usados pelos profissionais da saúde. As freiras do Santa Marcelina serão as responsáveis pela confecção dos produtos de proteção individual (EPIs) na oficina de costura do complexo. “O Hospital Filantrópico Santa Marcelina atravessa um momento delicado devido a pandemia da COVID-19 que assola o país, de modo especial a população carente da Zona Leste, que atualmente ultrapassa 3 milhões de habitantes. Para ampliar os esforços, foi criada a campanha COMVIDA_20 para a captação de doações de insumos hospitalares e recursos monetários. A doação das máquinas de costura feita pela Brother ampliará a confecção de máscaras, tanto descartáveis de TNT como a de tecido, e que serão direcionadas para os colaboradores na linha de trabalho assistencial”, enfatiza a Irmã Rosane Ghedin, diretora presidente do Hospital Santa Marcelina.

Sobre as máquinas

As máquinas de costura doadas são do modelo BM2800, de fácil manuseio e recomendado para quem está no início dos aprendizados em costura. “Este modelo de máquina de costura é ideal para que as freiras aprendam rapidamente a manusear a máquina e que a produção seja prática”, explica João Yazaki, gerente de Marketing da Brother Brasil.

Os materiais para a produção, tecidos como TNT, elásticos, linhas, velcro e punhos são higienizados com todas as recomendações da OMS e das autoridades locais, garantindo a segurança dos voluntários durante a produção das peças.

“Para nós, da Brother, é uma enorme satisfação colaborar com o Hospital doando máquinas que vão ajudar, de forma direta, a manter em segurança os profissionais da saúde, que estão dando toda a energia de seu trabalho para salvar vidas. É hora de ajudar ao próximo e oferecer nossas soluções em costura para prover assistência a tempo de combater a pandemia aqui no Brasil”, finaliza Yazaki.