Mundo Empresarial

Blue Chip Talks promove debate sobre perspectivas e desafios de investimentos em startups brasileiras

Evento online, marcado para 15 de abril, reúne fundos de venture capital, aceleradoras, consultoria de governança corporativa e companhia aberta para tratar do panorama desse ecossistema crescente no País

A recente chegada de startups brasileiras à bolsa de valores, as notícias da consolidação de mais unicórnios nacionais (startups avaliadas em pelo menos US$ 1 bilhão) e a demanda crescente dos investidores por ativos de maior risco evidenciam a atual efervescência da indústria de venture capital no País. O cenário é favorecido pela queda da taxa de juros a níveis historicamente baixos, pela alta liquidez internacional e pela expansão, decorrente da pandemia, da procura por produtos e serviços que startups têm condições de oferecer com agilidade e eficiência.

É esse o panorama que especialistas em mercado de capitais, venture capital e governança corporativa vão discutir na próxima edição do Blue Chip Talks, plataforma de debates sobre temas de interesse de investidores, gestoras de investimento, companhias abertas e family offices. O evento “Startups: Oportunidades e Desafios para Investimentos” é gratuito e será realizado na próxima quinta-feira, 15 de abril, a partir das 16 horas.

Estruturado no fim de 2020, o Blue Chip Talks já está se consolidando como um relevante espaço para reflexões de especialistas e agentes de mercado sobre assuntos relacionados à macroeconomia e à dinâmica de negócios no Brasil. O conteúdo leva informação de qualidade ao público de interesse e contribui para que sejam tomadas decisões de investimento mais aprofundadas.

O evento sobre startups, o terceiro promovido pela plataforma, será dividido em três painéis. O primeiro vai tratar dos aspectos gerais do ecossistema, com números, estatísticas e detalhamento da situação atual das startups no Brasil. As contribuições serão de Frederico Pompeu, sócio do boostLAB (do grupo BTG Pactual), Michel Glezer, diretor da Qualcomm Ventures, e Tiago Ávila, partner da Distrito Dataminer.

No segundo painel o assunto é a jornada das startups rumo à abertura de capital. O foco estará no importante aspecto da estruturação prévia da governança corporativa, hoje imprescindível para empresas que queiram ter acesso a investimentos do público em geral. Além disso, estão na pauta o relato da experiência de uma empresa que passou por esse longo processo e a visão de investidores que acompanham o dia a dia das startups investidas. Participam Luiz Marcatti, CEO da Mesa Corporate Governance, Marcelo Marques, cofundador da varejista de móveis Mobly, e Milena Oliveira, partner e cofounder da Volpe Capital.

O terceiro e último painel se debruça sobre o futuro desse ecossistema, considerando o novo patamar alcançado pelas startups brasileiras — alvos de vultosas rodadas de investimento de venture capital e candidatas à listagem na bolsa de valores. A evolução da economia pós-pandemia, com suas novas demandas às empresas novatas e disruptivas, também deve marcar o debate entre Marcelo Ferreira, sócio-fundador da Chromo Invest, Oliver Cunningham, sócio da KPMG e co-founder da Leap, e Rodrigo Baer, sócio da Redpoint eventures.

As discussões terão moderação da jornalista Denise Carvalho, sócia-fundadora e diretora da Agência Blue Chip, com a contribuição de jornalistas convidados, entre eles Daniel Bergamasco, diretor da GQ Brasil e autor do livro “Da ideia ao bilhão: Estratégias, conflitos e aprendizados das primeiras start-ups unicórnio do Brasil“, Gustavo Brigatto, fundador e editor-chefe do portal Startups, e Ralphe Manzoni Júnior, cofundador do Neofeed.

Para participar do Blue Chip Talks, basta fazer a inscrição gratuitamente no site do evento: https://bluechiptalks.com.br/.