Cultura

Bate-papo das Mulheres da CUFA estreia com participações de Regina Casé e Thelma Assis

Bate-papo das Mulheres da CUFA: a Central Única das Favelas (CUFA) estreia, no próximo dia 27 de setembro, o bate-papo Mulheres da CUFA, uma série de lives com mulheres de vários segmentos da sociedade para refletir sobre o papel feminino no desenvolvimento do Brasil. O primeiro programa, que será sempre na última segunda-feira de cada mês, tem a participação da apresentadora e atriz Regina Casé e da médica e também apresentadora Thelma Assis, vencedora da edição do Big Brother Brasil em 2020. O bate-papo também contará com as presenças da presidente da entidade, Kalyne Lima; uma das fundadoras da CUFA, Nega Gizza; e a presidente do projeto, Patrícia Alencar.

Mulheres da CUFA vai além das lives. Segundo a presidente da entidade, o projeto tem como um dos objetivos dar voz e visibilidade para as mulheres. “Reunir mulheres propositivas e com a mediação da favela é um exercício necessário para que as múltiplas vozes femininas sejam ouvidas. 47% das Lideranças comunitárias são mulheres e nos territórios gerenciados por elas os indicativos sociais são melhores. Tá na hora da gente falar sobre essas habilidades e reconhecer essas potências”, conta Kalyne Lima.

Para Patrícia Alencar, as mulheres possuem papel de destaque no Brasil. “Somos Mulheres de favela e nos orientamos pelo nosso potencial de transformar nossa realidade com inovação social a todo momento e contribuímos diariamente para o desenvolvimento do país”, afirma.

Bate-papo Mulheres da CUFA

Na última segunda-feira de cada mês acontece o Bate-papo Mulheres da Cufa, sempre com duas convidadas que vão trocar experiências com outras mulheres e com o público. Inicialmente, devido ao isolamento social causado pela pandemia da Covid-19, o bate-papo será no formato de live no Instagram Mulheres da Cufa.

O primeiro bate-papo, transmitido ao vivo no próximo dia 27, às 19h, recebe a apresentadora e atriz Regina Casé e a médica anestesiologista e apresentadora Thelma Assis.

Bate-papo das Mulheres da CUFA: "Mulheres da CUFA" substitui Maria Maria, responsável, entre outros, pela realização do programa Mães da Favela

Ganhadora do prêmio Moliére de melhor atriz de teatro aos 23 anos, Regina Casé tinha tudo para hoje estar confortavelmente sentada no posto de Monstro Sagrado da dramaturgia nacional. No entanto, como ela mesma diz “o Brasil tem muitas atrizes incríveis que podem ocupar esse lugar”. Ela optou por visitar todos os cantos do país para valorizar a cultura e o povo. Regina Casé parece disposta a nos apresentar não só o que não conhecemos, mas também aquilo que conhecemos bem e fingimos não ver.

Bate-papo das Mulheres da CUFA: "Mulheres da CUFA" substitui Maria Maria, responsável, entre outros, pela realização do programa Mães da Favela

Thelma Assis, ou simplesmente Thelminha, possui uma longa carreira na saúde. Em 2020 ela se inscreveu para participar do Big Brother Brasil, da Rede Globo, e saiu campeã. Hoje, Thelma se desenvolve em diversas frentes, mas não deixa suas paixões de lado, como a Medicina e o Carnaval. Desde o ano passado ela é um grande destaque na publicidade e imprensa nacional. Atualmente, Thelminha é colaboradora médica do “Bem-Estar”, da Globo, e comanda o seu próprio canal no YouTube, que contém diversos conteúdos.

Confira também: 40ª Semana Literária & XIX Feira Do Livro UFPR: Sesc PR Divulga Programação